Consumo de gás natural em Sergipe cresceu 7,1% no mês de maio

Uma análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, com base nos dados da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), apontou que foram consumidos, no mês de maio desse ano, uma média de 252,4 mil metros cúbicos (m³) de gás diário em Sergipe. O consumo de gás foi 7,1% superior ao registrado no mês anterior (abril/2017), entretanto, em comparação com o mesmo mês do ano anterior (maio/2016) houve retração de 8%.

Segundo o levantamento, o consumo médio das indústrias sergipanas foi de 154,1 mil m³/dia, maior 9,9%, na comparação mensal (abril/2017), porém com retração de 12,9%, na comparação com o mesmo mês do ano anterior (maio/2016). A recuperação do consumo de gás no mês de maio, em relação ao mês de abril, é um bom indicativo da recuperação do setor e da economia. De acordo com o presidente da Abegás, o consumo de gás natural é um importante termômetro da economia do País.

Consumo de gás por segmento: Maio de 2017

Analisando por segmento, o consumo nas indústrias continua tendo a maior participação (61,1%), seguido pelo consumo automotivo (postos), com 34,7%. Em conjunto, estes segmentos responderam por mais de 95,8% do total de gás consumido em Sergipe.

O consumo do segmento veicular somou 87,7 mil m³/dia, apresentando crescimento de 1,6%, em relação ao mês anterior. E expansão de 0,4%, na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Já o consumo de gás natural para cogeração ficou em 1,6 mil m³/dia, o que representou avanço, na comparação mensal, de 14,4%. Contudo, na comparação anual (maio/2016), foi registrada redução de 22,8%.

Nas residências e no comércio, o volume consumido foi de 5,4 e 3,5 mil m³/dia, respectivamente. Para as residências, o consumo de gás apresentou expansão de 20,3%, já no comércio, o consumo foi 14,6% superior, ambos em relação ao mês anterior. Em relação ao mesmo mês do ano anterior (maio/2016), o consumo residencial ficou 15,9% acima, enquanto o consumo comercial cresceu 9,7%.

Fonte: g1.globo.com

Comentar

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>